bg

O Encontro

O 10º Encontro Anual do Fórum Brasileiro de Segurança Pública será realizado nos dias 21, 22 e 23 de Setembro de 2016, em Brasília (DF), na Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos – FINATEC da Universidade de Brasília. O evento terá como tema principal “Violência contra a mulher, Acesso à Justiça e o Papel das Instituições Policiais” e reunirá pesquisadores, representantes da sociedade civil organizada e do setor privado, policiais e membros do sistema de justiça criminal em torno do debate da violência contra a mulher em suas mais diversas formas – doméstica, sexual, psicológica, dentre outras.

O evento contará ainda com uma série de atividades sobre homicídios, vitimização policial, audiências de custódia, formação dos profissionais de segurança pública, dentre outros, além de uma plenária com a presença de representantes das instituições policiais na qual serão debatidas propostas de modernização para o campo da segurança pública.

  • PRIORIZANDO A VIDA:

    um projeto de Estado e de país

    7 medidas emergenciais para a indução de programas de redução da violência letal no Brasil

    Pouco mais de 160 pessoas foram mortas violentamente por dia no Brasil em 2014, o que significa quase 60 mil mortes violentas no ano. Diante de dados tão contundentes, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) apresentou, durante o 10° Encontro Anual da entidade, uma agenda para conter a escalada de mortes violentas no País tendo por foco sete medidas emergenciais para a indução de programas de redução da violência letal no Brasil. Faça o download para ler o documento na íntegra.

  • #APolíciaPrecisaFalarSobreEstupro

    Percepção sobre violência sexual e atendimento a mulheres vítimas nas instituições policiais.

    No contexto dos dez anos da lei Maria da Penha, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública produziu um survey, focando na percepção da população em relação às mulheres que são vítimas de violência sexual e na percepção sobre o atendimento às vítimas por parte dos operadores policiais.

    Veja os resultados da pesquisa!

Destaques da programação

Maria da Penha

Vítima de violência doméstica por parte de seu marido, tornou-se líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres e deu nome à lei 11.340/2006, que é hoje o principal instrumento legal para coibir e punir a violência doméstica praticada contra mulheres no Brasil. É fundadora do Instituto Maria da Penha, uma organização não governamental que visa contribuir para conscientização das mulheres sobre os seus direitos e o fortalecimento da Lei Maria da Penha.

Maria da Penha
Fiona Macaulay

É professora no Departamento de Estudos pela Paz, na Universidade de Bradford, Inglaterra. Anteriormente, foi professora no Instituto para o Estudo das Américas (Universidade de Londres) e pesquisadora no Centro para Estudos Brasileiros (Universidade de Oxford) e na Anistia Internacional.

Fiona Macaulay

Realização

Correalização

Patrocínio

Apoio

© Copyright - Fórum Brasileiro de Segurança Pública